sábado, 23 de agosto de 2008

A Bela e a Fera*

Ouve a declaração, oh bela!

De um sonhador titã

Um que dá nó em paralela

E almoça rolimã

O homem mais forte do planeta

Tórax de Superman

Tórax de Superman

E coração de poeta

Não brilharia a estrela, oh! bela

Sem noite por detrás

Tua beleza de gazela

Sob o meu corpo é mais

Uma centelha num graveto

Queima canaviais

Queima canaviais

Quase que eu fiz um soneto

Mais que na lua ou no cometa

Ou na constelação

O sangue impresso na gazeta

Tem mais inspiração

No bucho do analfabeto

Letras de macarrão

Letras de macarrão

Fazem poema concreto

Oh! bela, gera a primavera

Aciona o teu condão

Oh! bela, faz da besta fera

Um príncipe cristão

Recebe o teu poeta, oh! bela

Abre teu coração

Abre teu coração

Ou eu arrombo a janela

* Composição: Chico Buarque e Edu Lobo

Ideologia destruidora, para quem ainda não leu

Você é de esquerda? É de direita? É do meio? Então leia Ideologia destruidora, aqui. Bom fim de semana!