domingo, 24 de fevereiro de 2008

Murilismo - Filosofia Muriliana

Meu amigo de sala Murilo Batistti fez um desabafo em seu blog relatando o verdadeiro "furo nos zóios" acontecido na Syma Informática. Pagou, nada mais nada menos, R$ 600 em um conserto no PC. Como disse a ele em um comentário, fosse eu, pediria para desfazer o serviço. Mas, tanto eu como ele chegamos a uma conclusão que, pelo menos nos conforta um pouco: Dinheiro não vale nada nesse mundo! Confira os pormenores dessa história infeliz aqui.

Projeto Um Outro Olhar me faz feliz

Ontem (23/02), participei pela primeira vez do Projeto Um Outro Olhar. Aproximadamente trinta pessoas, incluindo eu, minha noiva e um amigo que há tempos não o via, assistiram ao filme Esse Obscuro Objeto de Desejo, do diretor espanhol Luis Buñuel.

Datado de 1977, o filme agradou bastante, principalmente pelos detalhes insólitos e misteriosos que Buñuel distribui entre as cenas. Depois do filme, o coordenador do Projeto Um Outro Olhar, Paulo Campgnolo, que também escreve sobre os filmes exibidos no Caderno D+ de O Diário do Norte do Paraná, fez uma explanação sobre o longa, trazendo aos presentes curiosidades e informações ricas sobre Buñuel e sua obra cinematográfica.

Como toda arte é questionável e digna de debates, houve um arranca-rabo entre um cinéfilo e Campagnolo. Isso porque, o senhor dizia que havia simbolismos em determinadas cenas do filme, enquanto que o coordenador do projeto negava absolutamente essa hipótese, afirmando que Buñuel era totalmente desprendido de simbologia e extremamente objetivo ao tratar o irracional.

Fiquei muito feliz ao participar do projeto, pois, além de ter revisto um amigo das antigas – da época de Biblioteca Municipal de Maringá, além de assistir pela primeira vez um filme do grande diretor Buñuel (em memória, hoje teria 107 ou 108 anos), ainda puder sugar um monte de informações sobre cinema, surrealismo, arte etc. E o melhor disso tudo é que não precisa pagar absolutamente um tostão para assistir aos filmes do projeto – a única condição para participar é chegar no horário marcado, não fazer barulho na hora da sessão e, por obséquio, comprar mantimentos alimentícios na loja do Cinesystem – por ser marinheiro de primeira viagem, acabei participando com uma Rufles e uma coca de 600 comercializados na Lojas Americanas.

Serviço – O Projeto Um Outro Olhar acontece todos os sábados, agora às 18h, no Cinesystem Cidade, no cinema do BIG. Para os próximos sábados, Paulo Campgnolo já definiu os filmes que serão exibidos – todos clássicos, como sempre. Entrada franca.

Crédito da imagem: http://www.adorocinema.com/filmes/esse-obscuro-objeto-do-desejo/esse-obscuro-objeto-do-desejo-poster01.jpg